Navigation Menu
Pimenta-do-Reino

Pimenta-do-Reino

  • Local: india
  • Categoria:
  • Visita: 25 Aug, 2015

A pimenta-preta (Piper nigrum), também conhecida como pimenta-redonda e, no Brasil, como pimenta-do-reino, é uma das mais antigas especiarias conhecidas.

O comércio da pimenta era bastante ativo no subcontinente indiano, de onde era trazido por mercadores muçulmanos para o Ocidente, e distribuída por genoveses e venezianos.

Assim sendo busca por essa especiaria, utilizada e valorizada desde tempos imemoriais, foi uma das principais causas da expansão – e apogeu – do império português.

Portugal conseguiu quase que o monopólio do comércio da pimenta e tansplantou algumas das suas plantas para as suas colónias em África e para o Brasil.

Lisboa passou a ser o local de comércio de especiarias originando o início da queda das Repúblicas de Veneza e Génova.

O seu valor chegava a ser tão alto que ela foi utilizada como moeda: conta-se que Alarico I, o Visigodo exigiu de Roma um resgate de ouro, prata e pimenta.

Naquela época, 1(um) quintal de grãos de pimenta (60 kg) chegou a valer, 52 gramas de ouro.

Nos tempos que correm, os seus grãos, secos e moídos, são muito usados na culinária de diversos países.
Tem um sabor forte, levemente picante, proveniente de um composto químico chamado piperina.

As pequenas verduras provêm das bagas da pimenteira, uma planta trepadeira Piper nigrum L. da família Piperaceae, que se desenvolve nas florestas equatoriais da Ásia.

Estas bagas quando imaturas apresentam a cor verde, tornando-se vermelhas com a maturação.

 

Comentários

Eu disse logo que IAS amar isso …. Lololol 😛

Translate »