Navigation Menu
Forte de Batticaloa

Forte de Batticaloa

  • Local: baticalloa fort
  • Categoria:
  • Visita: 15 Jul, 2015

Batticaloa é uma cidade situada numa ilha interior em torno de uma vasta lagoa do litoral oriental do Sri Lanka.

As primeiras navegações portuguesas pela face oriental da ilha encontram-se documentadas a partir da década de 1540.
A região beneficiou de larga autonomia política durante todo o século XVI, integrando o chamado “reino de Batecalou”, mas entrando progressivamente na esfera de influência do reino de Kandy.
Este, situado no centro da ilha, resistia às pressões portuguesas e comunicava com o exterior através de Batticaloa e Trincomalee.
Por isso se deram repetidas ordens em Lisboa, desde finais da década de 1610, no sentido de fortificação de ambos os lugares.
A ideia foi posta em prática, no caso de Batticaloa, por Constantino de Sá de Noronha em 1628.

Sá e Noronha chegou a Trincomalee com três navios em Março de 1628, onde reforçou a guarnição, marchando a seguir para Batticaloa à frente de uma força de cem portugueses e dois mil lascarinos.

00727_003805
O local escolhido para a construção do forte foi a pequena ilha de Puliyantivu, numa laguna, protegendo a baía, e que só podia ser alcançada por navios durante a maré alta.

Em Julho do mesmo ano, a construção do forte foi confiada a Damião Botado, e posto sob a invocação de Nossa Senhora da Penha da França.

Recebeu uma guarnição de 40 a 50 soldados, um capitão, um representante da lei, um capelão e 20 casados.

O local escolhido para a construção do forte tinha vários pontos fracos, entre os quais destacavam-se a falta de uma fonte de água potável para o abastecimento da guarnição, o canal que separava a ilha da costa era muito raso e estreito, não impedindo a passagem de tropas em caso de ataque, e o acesso ao mar era difícil e ficava a quase cinco quilómetros do forte.

Poucos anos depois de sua construção, foi proposta uma reconstrução em local melhor, mas a crónica falta de fundos de Goa não permitiu que isto acontecesse.

Tendo o rei Rajasinghe de Kandy solicitado o auxílio holandês na sua luta contra os portugueses, esta foi a primeira praça a ser capturada pelas forças holandesas no Ceilão (18 de maio de 1638).

Após a sua tomada, os holandeses procederam a algumas modificações no forte e a alteracão da frontaria da entrada principal,. O forte ficou conhecido, erradamente como forte holandês, pois na sua “história” os holandeses afirmam que destruiram o forte para voltar a recontruir. O estranho é que são poe demais visiveis as adaptações holandesas, demosntrando que este não foi contruído de raíz como afirmam.

A partir de 1772 a fortificação passou para a posse Britânica.

Comentários

Translate »